Papai e mamãe: Seu bebê chegou!




Fiquem atentos as etapas importantes do desenvolvimento da linguagem da pessoa com síndrome de Down.

0-3 meses: Já é capaz de reagir aos sons ao seu redor. Com dois meses, ele provavelmente sorrirá quando for tocado ou quando reconhecer que alguém está lhe dirigindo a palavra. Se isso não acontecer, não se preocupe: é normal que alguns bebês demorem até os quatro meses para reagir desta maneira. Por volta de três meses, é possível que a criança já comece a sorrir espontaneamente.

3-6 meses: Além de sorrir espontaneamente e repetir o gesto quando é tocado ou percebe que alguém está conversando com ele, o bebê pode começar a emitir sons e outros sinais na tentativa de sorrir e falar. A essa altura, ele já reconhece sua mãe e seu pai e é possível que sinta vontade de agarrar objetos pendurados no berço.

6-9 meses: Aprende a se comunicar cada vez melhor. Ele já começa a emitir diferentes sons e, muitas vezes, compreende que receberá atenção se fizer barulhos diferentes além de chorar. Além disso, mostra satisfação ao interagir socialmente com outras pessoas e vira o pescoço ao ouvir vozes familiares.

9-12 meses: sabe fazer outros sons além do choro para receber atenção e reage adequadamente a determinados gestos, como “olha aqui” ou “venha para o colo”. Aos 11 meses, em média, o bebê já começa a falar as primeiras sílabas, como “da- da” e “ma-ma”. Além disso, ele pode começar a ensaiar conversas e imitar sons. No entanto, essa etapa do desenvolvimento pode acontecer até os 18 meses.

12-18 meses: Em geral, o bebê já fala as primeiras sílabas, como “da-da” e “ma-ma”. Ele já ensaia conversas e imita sons. Nesta etapa, ele também pode responder a palavras e instruções verbais familiares, seja através de sons ou de gestos. É possível que o bebê comece a compreender quando lhe dizem “não”. Além disso, algumas crianças já reconhecem partes do próprio corpo – quando, por exemplo, alguém pergunta onde está o seu nariz ou a sua boca, elas apontam para as partes correspondentes.

18-24 meses: Nesta fase, a criança já consegue demonstrar suas necessidades por meio de gestos, ainda que sejam pequenas ações. Ela possivelmente falará as suas primeiras duas palavras – aqui vale lembrar que a estimulação precoce é fundamental neste processo.

24-36 meses: Muitas crianças começam a utilizar espontaneamente as palavras para se comunicar (algumas já formulam frases curtas). No entanto, é importante ressaltar que, em geral, as crianças com síndrome de Down podem dar início a este processo um pouco mais tarde, até os cinco anos de idade.

Acima de 36 meses: Em geral, após começar a utilizar as palavras espontaneamente para se comunicar, as crianças aprendem a formular suas primeiras frases curtas. As crianças com síndrome de Down, em geral, iniciam este processo até os cinco anos de idade.


Material elaborado para o curso de Especialização em Linguagem – CEFAC: Saúde e Educação RJ. Fga. Mariane Cristina Cordeiro Fga. Rosana M. Gonzatto Buchele Profª. Responsável: Noemi Takiuchi

Referência: Movimento Down. Disponível em: http:// movimentodown.org.br/desenvolvimeto/meu-bebe-chegou/